“Meus queridos filhos,

Hoje, desejo dizer-lhes que A VIDA EM DEUS É UMA VIDA DE AMOR E COMUMHÃO.

Vocês são fruto do amor e da comunhão entre as Três Pessoas da Santíssima Trindade, portanto, são destinados a viver no amor e em comunhão com Deus e entre vocês.

No início, Deus Trino e Uno criou os progenitores; não apenas um homem e uma mulher, mas muitos homens e mulheres que formaram o primeiro núcleo da humanidade. Ele desejou que amassem o amor verdadeiro e se recebessem como irmãos e irmãs, filhos do mesmo pai. Ele os chamou para viverem como seus filhos amados, cheios de honra e dignidade, guardiões da criação. Livres e imortais, os progenitores viviam na presença de Deus, imersos em uma natureza muito bonita e amiga do homem.

Lúcifer, o princípio de todo o mal, invejoso da graça que perdeu, rebelando-se contra o Criador, se infiltrou entre Deus e esses primeiros homens para seduzi-los e corrompê-los. Ele prometeu a seus progenitores de torná-los mais poderosos do que Deus, e uma boa parte deles se deixou enganar, rebelando-se contra Deus. Este é o pecado original, isto é, a origem da vida humana. Ele se infiltrou na criação, gerando morte, sofrimento e doenças. O pecado original também corrompeu a natureza e separou constelações e planetas uns dos outros.

Nem todos os progenitores se rebelaram contra o Criador e muitos deles nunca cometeram pecado original. Eles permaneceram fiéis a Deus e suas leis. Deles vieram as humanidades livres e evoluídas, movendo-se no universo ao serviço de Deus e dos irmãos mais fracos.

Os progenitores da vossa humanidade, por outro lado, se rebelaram contra Deus, até fazer uma verdadeira aliança com Lúcifer. A vossa humanidade tornou-se frágil, corrupta e inimiga de Deus.

Após a morte, a consequência mais grave do pecado original foi a divisão entre os filhos de Deus. Mesmo hoje, os homens estão dispersos na imensidão do universo e vivem em condições muito diferentes: alguns em planetas separados por distâncias ilimitadas, outros em planetas em conflito uns com os outros; outros ainda estão isolados e no escuro, como vocês, da existência de outros irmãos no universo. Somente a humanidade que permaneceu fiel a Deus preservou a comunhão entre eles e vive em planetas próximos e atingíveis.

Meu Filho Jesus foi enviado pelo Pai, no poder do Espírito Santo, para a Terra, o planeta mais afastado de Deus, para reparar o pecado de tantos progenitores e restaurar a aliança com o Criador. Assumiu o pecado dos primeiros pais, a morte e o sofrimento, fruto desse pecado, e os derrotou com o Sacrifício e com total obediência ao Pai. Jesus morreu e ressuscitou na Terra para todos os homens do universo. Reabriu o caminho para Deus e a comunhão entre todos os filhos de Deus. Aqueles que creram e acreditam em meu Filho Jesus estão destinados a fazer parte de uma nova humanidade. Serão recolhido de todos os planetas e habitarão na nova criação no fim dos tempos.

Percorri brevemente para vocês a história das vossas origens para melhor compreenderem a grandeza da vossa jornada cristã. A redenção realizada por Jesus não se limita à Terra sozinha, mas abraça todo o universo. Então vocês são parte de um plano grandioso de amor e comunhão universal, o projeto original o pecado manchou, mas não o destruiu. De fato, Deus, o Pai, devolverá aos seus filhos a sua beleza original e a sua dignidade, através do seu Filho Jesus Cristo e no poder do Espírito Santo, no fim dos tempos. Agora vocês estão a caminho e estou aqui para ajudá-los a entenderem e caminho com vocês.

A partir desta narração, vocês podem ver como o pecado original quebrou a comunhão fraterna entre os primeiros homens. Mas isso também se aplica a vocês hoje: os pecados que vocês cometem em vossa vida, afastam de Deus e quebram os laços de amor com outros homens. Sim, meus filhos, o pecado é rebelião contra Deus e suas leis. Sempre carrega consigo as amargas consequências do egoísmo, da indiferença e do ódio, que geram distâncias profundas entre os seres humanos. O pecado é o princípio de toda corrupção e é a seiva que nutre a morte, física ou existencial. A terra está cheia de pecados, por isso os homens se odeiam cada vez mais.

Se afastem do pecado, filhos, não se rebelem contra Deus e vivam em paz entre vocês! Se vocês amarem a Deus e colocarem vossa vida em suas mãos, vocês conhecerão a sua vontade. Se fizerem a sua vontade, estarão a salvo do Maligno e seus enganos que seduzem o mundo.

Olhem para cima, filhos, e pensem em quantos irmãos e irmãs vivem no universo. Sintam-se em comunhão com eles. Vocês tem irmãos fiéis a Deus, puros e poderosos, que vos amam imensamente; Eles oram por vocês e esperam para conhecê-los quando Deus o permitir. Vocês têm irmãos que estão sofrendo como vocês e como vocês acreditam em Deus e esperam nele; unam vossas orações e vossos sacrifícios aos deles e elevai-los para Deus com os vossos sofrimentos.

Saibam que Deus está chamando seus filhos, neste momento, para formar nova humanidade e já existe um povo que vive no universo de acordo com as leis de Deus. Ele cresce cada vez mais. Juntem-se a este povo e vocês sentirão a grandeza da comunhão universal! Não importa se vocês não podem agora ver e conhecer tudo, porque Deus lhes deu o Espírito Santo que atua em vocês e lhes fará saber o que precisa. O vosso espírito é inteligente e tem uma visão muito superior à dos telescópios. Vossa visão interior é aguçada pela fé: aqueles que acreditam veem o que os outros não veem. Portanto, não façam como homens sem fé que desejam entender tudo antes de eles crerem e não chegam a nada. Acreditem e entendam.

Estou perto de vocês para ajudar-vos a entender o que precisa. Confiem em Deus e no meu amor como Mãe. Eu vos abençoo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.”

Anúncios